05 agosto 2021

Futuro do mercado imobiliário: esse é o momento para investir em imóveis

A pandemia do coronavírus pegou todo mundo desprevenido e pôs o planeta de pernas para o ar, invertendo papéis e transformando ordem em caos. Vai levar ainda um bom tempo para nos recuperarmos e voltarmos ao que conhecíamos antes como “normal”, mas alguns setores, apesar dos pesares, conseguiram encontrar na turbulência uma alavanca para o sucesso e para a evolução, fazendo com que o período de crise econômica seja o cenário perfeito para os investidores. 

Afinal, o futuro do mercado imobiliário é agora. Esse é o momento para investir em imóveis, e vamos explicar por quê.  

O MOMENTO DE INVESTIR É AGORA 

Crises econômicas não são um decreto definitivo de fracasso. Embora de fato complique um pouco as coisas, uma crise econômica pode impulsionar diversos setores da sociedade, criando novos processos, caminhos e oportunidades. 

A pandemia do novo coronavírus impactou muitos setores de modo negativo nos últimos dois anos, porém outros foram decididamente beneficiados com as flutuações econômicas e as alterações no cenário mundial de uma maneira geral. Para simplificar um artigo que, de outra forma, se estenderia por muitas e muitas páginas, diremos apenas que uma das transformações que o coronavírus ocasionou na economia foi a queda das taxas de juros. 

A Taxa Selic tem caído cerca de 2% ao ano, registrando a maior queda de juros já conhecida na história. Consequentemente, os bancos estão oferecendo as menores taxas de juros de financiamento habitacional jamais vistas. Isso faz com que alguns investimentos sejam excelentes opções para quem quer obter uma renda extra e se firmar num mercado tão volúvel quanto o atual.

Na mesma proporção em que a Taxa Selic caiu, a procura por moradia aumentou consideravelmente nos últimos dois anos, gerando assim maior valorização dos imóveis no setor imobiliário e abrindo caminhos para quem realmente entende do assunto e enxerga, em cada obstáculo, uma oportunidade: os investidores.

MAS INVESTIR… EM QUÊ? 

Em imóveis, obviamente. A construção civil é um setor sólido, o que resulta num investimento seguro por causa, dentre outros fatores, da crescente valorização dos imóveis no mercado e da estabilidade que eles proporcionam. 

Em períodos de crise econômica, outros investimentos não possuem um desempenho tão bom quanto o do setor imobiliário. Isso acontece porque poupanças e bolsas de valores, por exemplo, sofrem oscilações durante as turbulências de uma crise, enquanto o investimento num imóvel, que é uma propriedade fixa e se recupera mais rapidamente em transições caóticas, se mantém estável e perfeitamente seguro. 

Ótimas fontes de renda, ainda mais num período turbulento e instável que a economia enfrenta devido à pandemia do coronavírus, os imóveis são uma excelente alternativa quando os investimentos financeiros convencionais oferecem um risco ao qual você não está disposto a correr. 

futuro-do-mercado-imobiliario-esse-e-o-momento-para-investir-em-imoveis

Uma vez que os imóveis oferecem maior rentabilidade e sofrem menos impacto com as instabilidades da economia quando comparados ao setor financeiro, os investidores têm em suas mãos um prato cheio para reverter a crise da melhor maneira possível. Agora, conheça as principais vantagens de investir em imóveis hoje:  

POR QUE INVESTIR EM IMÓVEIS É A MELHOR OPÇÃO HOJE? 

Oportunidade de renda mensal (aluguel)

Quem investe em imóvel muitas vezes não tem a intenção de morar. Dessa forma, o aluguel se torna uma oportunidade de renda mensal para o investidor que decide seguir pelo caminho do ramo imobiliário, que é, afinal de contas, uma das maneiras mais seguras de aplicar o seu dinheiro.  

Queda contínua dos juros

Como dito anteriormente, a Taxa Selic tem sofrido declínios históricos, mas a queda contínua dos juros representa também um potencial vantajoso para os investidores que se decidem pelo aluguel de seus imóveis. Acontece que houve uma melhora considerável quanto à relação entre o valor do aluguel sobre o preço do imóvel devido às quedas das taxas básicas de juros.     

Investimento seguro

Raras são as vezes em que o investimento num imóvel dá errado. Diferentemente da Bolsa de Valores, cujos índices oscilam de acordo com o mercado e com os acontecimentos mundiais, o imóvel sempre estará lá para atender às suas necessidades, inalterado e imune às transformações que são acarretadas por crises econômicas. 

Rentabilidade a longo prazo

Quando comparados a outros investimentos, os imóveis possuem rentabilidade três vezes maior e, o melhor, a longo prazo, já que representam uma renda fixa e passiva, ou seja, retorno financeiro pelo qual você não precisa demandar maiores esforços ou tempo. 

Crescente valorização no mercado

Diferentemente de outros bens, o imóvel não desvaloriza com o passar do tempo. Muito pelo contrário, ele apenas se beneficiará perante o mercado ao longo dos anos. Um exemplo prático disso é o carro: embutido no bem, quem investe em carros ganha também um potencial de desvalorização muito grande. Em breve, o seu carro infelizmente não valerá mais a mesma coisa que vale hoje, e talvez até te cause prejuízos. Agora, quem investe em imóveis não precisa se preocupar com isso. 

Formação de patrimônio 

O imóvel, como bem fixo, será seu até que você decida se desfazer dele. Portanto, a formação de patrimônio, confiável e seguro, em tempos de crise econômica e de pandemias, é um ótimo caminho para quem quer obter estabilidade financeira e segurança para o resto da vida.

Incentivo dos bancos e das instituições financeiras

Por causa da pandemia, os bancos e as diversas instituições financeiras estão oferecendo agora condições de financiamento muito mais atrativas do que ofereciam um tempo atrás. É por isso que o cenário para os investidores está muito mais favorável hoje se comparado a antes de o coronavírus eclodir mundialmente. 

O FUTURO DO MERCADO IMOBILIÁRIO

O que esperar do pós-pandemia?, é o que você deve estar se perguntando agora. O coronavírus alterou profundamente o mundo como o conhecemos hoje, criou novas formas de economia, eliminou alguns métodos antigos de fazer sucesso (hoje já são considerados arcaicos) e fez surgir alternativas criativas de continuar ganhando dinheiro. O mercado imobiliário foi afetado, também, porém não de maneira definitivamente negativa, o que é uma ótima notícia para os investidores. De qualquer forma, o que esperar? Para os compradores, um futuro mais seguro e estável. Para as construtoras, muito mais clientes e um público cada vez mais interessado em seus serviços. E para os investidores, um horizonte cheio de oportunidades.

Referências: Soedil, G1, Tibério Blog, Dinheirama, Seu Crédito Digital, Moving Blog, Seu Dinheiro, Publicidade Imobiliária, Exame, Imovelweb, Paraná Shop, Catagua

COM A ROTTAS VOCÊ PODE

REALIZAR SEU SONHO