14 julho 2021

Como comprar um imóvel com segurança

A maior parte das preocupações do indivíduo que está prestes a adquirir casa própria é em relação ao dinheiro: “tenho a quantia necessária?”, “conseguirei pagar o financiamento?”, “vou dar conta das prestações?”, “e se eu perder o emprego?” são apenas algumas das perguntas que podem passar por sua cabeça antes de tomar a derradeira decisão. Porém, não podemos deixar de lado as preocupações de cunho emocional e de natureza subjetiva, como “e se essa casa não atender às minhas necessidades e às de minha família?” ou “e se eu não me adaptar à rotina de um novo bairro, de um novo lar?”. Todas as preocupações são válidas e nós, da Rottas, tentaremos ajudá-lo a resolver cada questão que o aflige. Afinal, você deve saber como comprar um imóvel com segurança e deve ter certeza da decisão que está tomando. Acompanhe o artigo:

FAÇA UM BOM PLANEJAMENTO (PESSOAL E FINANCEIRO)

O primeiro passo antes de se tomar uma decisão é elaborar os planos. É por meio do planejamento que você conseguirá ampliar sua visão do futuro e identificar os melhores caminhos pelos quais seguir. Quando se trata da compra de uma casa própria, porém, o  planejamento ganha uma importância muito maior, porque abrange não só o lado pessoal como o financeiro também. O mais indicado é colocar tudo no papel, e em seguida, faça a si mesmo perguntas como:

  • O imóvel será ideal para mim daqui a alguns anos?;
  • Terei dinheiro para comprar tal imóvel?;
  • Terei condições de pagar as prestações do financiamento?;
  • Eu gosto da vizinhança?;
  • Gostaria de envelhecer aqui?

Faça um planejamento a longo prazo, avalie suas finanças, imagine as possibilidades do amanhã e tente relacioná-las com o imóvel que você deseja comprar. Se as duas coisas coincidirem, então talvez você esteja no caminho certo e o arrependimento passará bem longe da sua decisão. Porém, se você não se imagina morando no lugar dentro de 5 ou 10 anos, é hora de começar a pensar em outras opções. Lembre-se que o planejamento a longo prazo trará conforto e segurança a você e à sua família – ninguém adquire uma casa própria pensando em abandoná-la no ano seguinte, por isso, pense muito bem no que você irá desejar no futuro e, principalmente, se seu bolso poderá arcar com as despesas não só de hoje, mas de amanhã também.

AVALIE A REGIÃO

Você não passará 100% do seu tempo dentro de casa, por isso a região onde você vai morar é de extrema importância. Antes de efetuar a compra e se apaixonar pelo imóvel, reserve um pouco da sua atenção para estudar as redondezas. Perguntas do tipo “eu gosto do bairro no qual vou morar?” ou “o comércio é bom por aqui?” são úteis na tarefa de avaliar a região. Pense não só em si mesmo, mas na sua família (a que você já tem ou a que você planeja ter): há escolas por perto? Hospitais, farmácias, mercados? A condução é de boa qualidade? Como é a segurança da vizinhança? Tudo isso importa e influencia na sua decisão.

ESCOLHA O TIPO DE IMÓVEL

O imóvel que você pretende comprar é usado, novo, ainda está na planta? É grande, pequeno, quantos cômodos deve ter? Ao cogitar um lar, você deve pensar a partir de todos os ângulos possíveis, por isso use a sua imaginação. Leve em consideração o que você e sua família precisam: quantas pessoas são? Em quantos quartos poderiam se acomodar? Quantos banheiros serão necessários? Lembre-se que muitas coisas dependem dessas características; o valor de um imóvel varia se ele, por exemplo, ainda estiver na planta, ou se for mais antigo. Pese o seu orçamento e veja o que será melhor para você a curto, médio e longo prazo.

PONDERE AS FORMAS DE FINANCIAMENTO

Faça todas as contas e decida-se pelo melhor caminho: o financiamento com o banco pode ser uma excelente opção, mas se você já possui reserva financeira, talvez possa oferecer uma boa quantia de entrada. Ou então, tomando outras direções, você pode utilizar recursos do FGTS. Há muitas opções e você tem tempo para escolher. Tudo se manterá devidamente no lugar até que você decida, fique tranquilo!

MANTENHA A CALMA

Não se afobe! Mantenha a calma. Tudo o que é comprado no calor do momento apresenta desafios desagradáveis no futuro. Por isso, pense bem, esfrie a cabeça, pondere as situações e as opções. Tenha em mente que a sua casa já é sua: às vezes só falta assinar o contrato, às vezes só falta conhecê-la. Não tenha pressa, pois ela é inimiga da perfeição e da casa ideal. A casa que um dia será sua não sairá do lugar; você pode chegar até ela devagar, ela não vai fugir.

TENHA CONFIANÇA NA IMOBILIÁRIA E NA CONSTRUTORA

Ter uma imobiliária competente e uma construtora de confiança faz muita diferença no processo de escolher e comprar sua casa própria. Uma escolha ruim dessas duas parceiras pode desencadear muita dor de cabeça, o que temos certeza de que você quer evitar. Por isso, faça uma pesquisa antes de tomar sua decisão. Pesquise a credibilidade das empresas disponíveis no mercado, os que os clientes dizem sobre elas, seus feitos e reconhecimentos. Procure saber o histórico delas e fique atento a qualquer sinal de desrespeito às normas.

Seguindo todas essas dicas, você se sentirá mais confiante para trilhar seu caminho rumo à casa própria. Escolher onde vai passar grande parte do seu tempo de agora em diante é uma tarefa difícil, com grande peso emocional, e que acarreta consequências definitivas. Por isso, pense bastante, faça todas as contas com cuidado, e em breve você estará pronto para tomar a decisão certa. Temos certeza que sua casa dos sonhos está à sua espera!

COM A ROTTAS VOCÊ PODE

REALIZAR SEU SONHO