27 novembro 2021

Passo a passo para comprar seu imóvel pelo programa Minha Casa, Minha Vida

Você não está muito longe de realizar o sonho da casa própria. Saiba que não é impossível! Sair do aluguel é uma das maiores preocupações da atualidade, e às vezes a única maneira de arranjar um lugar para chamar de seu é com a ajuda do governo. O programa Minha Casa, Minha Vida tem por objetivo ampliar a acessibilidade a imóveis para pessoas e famílias de baixa renda. Entretanto, algumas regras devem ser observadas, por isso elaboramos para você um completo passo a passo para comprar seu imóvel pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Confira: 

FAÇA UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Tudo começa com um bom planejamento. Conhecendo bem suas finanças, seus gastos e suas despesas, você conseguirá não só dominar com destreza o seu dinheiro, como também economizar grande parte da sua renda para aplicar no sonho da casa própria. O planejamento e a economia em si muitas vezes demandam esforços da família inteira, por isso aprenda como fazer um planejamento financeiro familiar para sair do aluguel

ORGANIZE A DOCUMENTAÇÃO 

Nenhum processo burocrático pode ser finalizado se a documentação não estiver em dia, e a isso se aplicam qualquer dos ramos profissionais, inclusive (e principalmente) o imobiliário. Então, para ajudá-lo a realizar seu sonho da casa própria, listamos abaixo os documentos que você deverá apresentar para o financiamento pelo Minha Casa, Minha Vida, além dos pertinentes ao imóvel em si. Lembre-se que são necessárias as documentações de todas as pessoas que compõem a família cuja renda entrou para análise. Leia atentamente e veja se possui todos: 

  • Carteira de identidade (RG);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de identificação profissional com foto (OAB, CREA etc.), caso se aplique;
  • Carteira de Trabalho (CTPS);
  • Cópia da CLT;
  • Comprovante de estado civil (para casados, certidão de casamento; para solteiros, certidão de nascimento; para separados ou divorciados, certidão de casamento averbada);
  • Comprovante de residência atual;
  • Comprovante de renda (contracheques ou holerites) dos últimos 6 meses;
  • Declaração de Imposto de Renda.

CONHEÇA AS FAIXAS

O programa Minha Casa, Minha Vida, criado pelo governo federal, democratiza o acesso à casa própria para famílias de baixa renda, diminuindo assim o índice de pessoas em situação de rua e de pobreza de uma maneira geral. Entretanto, existem, além das regras comuns às quais você deve se atentar, subdivisões dentro do programa, chamadas de “faixas”, que determinam quem pode e quem não pode usufruir do benefício. Essas faixas se referem principalmente à renda mensal de cada família, que determinará o grau de necessidade e prioridade na fila dos beneficiários até a aquisição do bem. Então, se o seu sonho de comprar uma casa própria continua em pé, confira se você se encaixa em alguma dessas 4 faixas:

Faixa 1

Famílias cuja renda mensal não ultrapasse os R$ 1800,00 se encaixam na faixa 1 e podem financiar imóveis recebendo até 60% de subsídio do governo. As parcelas restantes podem ser divididas em 120 meses, porém nenhuma pode exceder o valor de R$ 270,00, diminuindo assim as dores de cabeça para famílias de baixa renda que sonham com a casa própria. Caso você se encaixe nessa faixa, não perca mais tempo: entre em contato com a prefeitura para realizar o cadastro e, em breve, você estará na fila de espera dos beneficiários.

Demais faixas

Agora, para as famílias que possuem renda mensal de até 9 mil, o processo é um pouco diferente. O contrato do benefício pode ser efetuado diretamente com uma entidade organizadora ou de forma individual, através de uma simulação. 

A ENTIDADE ORGANIZADORA VAI AVALIAR O SEU CADASTRO

Para as famílias que se encaixam na faixa 1, a prefeitura avalia os cadastros recebidos e organiza um sorteio entre todas as unidades disponíveis, comunicando depois às famílias a data de assinatura do contrato. Por outro lado, as famílias que se enquadram nas demais faixas passam por uma avaliação da entidade organizadora, que analisa as documentações tanto da sua família quanto do imóvel que sua família escolheu, para expor a você as melhores formas de financiamento e o valor de subsídio que você receberá. 

ESCOLHA CONSTRUTORAS PARCEIRAS

Algumas construtoras se adaptaram rapidamente ao Minha Casa, Minha Vida. Então, se você e sua família possuem uma renda mensal de até 9 mil, escolha uma construtora parceira que ofereça imóveis com financiamento pelo programa MCMV. A Rottas está há 10 anos no mercado imobiliário e tem experiência com o programa Minha Casa, Minha Vida. Para conhecer mais sobre nossa história e nossos projetos, acesse nosso site.

FIQUE ATENTO ÀS REGRAS

  • Quem participou de outros programas habitacionais do governo não pode usufruir do Minha Casa, Minha Vida
  • É permitido usar o FGTS;
  • Sobre as formas de pagamento, você pode escolher entre o boleto bancário ou o débito automático;
  • O rendimento familiar não pode ser maior que 9 mil reais;
  • É preciso ser maior de idade para aderir ao programa (ou seja, você tem que ter mais de 18 anos);
  • É preciso ter carteira assinada;
  • É preciso morar ou trabalhar na região onde se encontra o imóvel;
  • A participação no programa é vetada se o indivíduo já possuir uma casa própria registrada em seu nome;
  • Haverá uma espécie de “score”, uma pontuação que indicará se você está ou não apto para receber o benefício;
  • Seu nome não pode, em hipótese alguma, constar em protestos (SPC ou Serasa, por exemplo);
  • Há uma lista de preferência para definir as famílias que receberão o benefício, por isso preste atenção às prioridades para ver em qual delas você se encaixa.

Nesse passo a passo para comprar seu imóvel pelo programa Minha Casa, Minha Vida, você recebeu dicas preciosas e algumas orientações básicas para alcançar o sonho da casa própria. O governo disponibiliza inúmeros auxílios para famílias de baixa renda, e com a devida ajuda de construtoras parceiras, como a Rottas, o seu sonho pode estar mais próximo do que você imagina. Então, reúna a família e comece agora mesmo o planejamento! 

COM A ROTTAS VOCÊ PODE

REALIZAR SEU SONHO